O tijolo maciço ainda é um dos principais materiais de construção no Brasil, porém vem perdendo espaço no mercado. Começou sendo fabricado artesanalmente e depois da Revolução Industrial ganhou produção em escala. A sua produção não foi o problema desse material, e sim o seu custo e tempo de assentamento. Com a invenção dos blocos cerâmicos, que tem tamanhos maiores e são ocos por dentro, a construção ficou mais rápida e mais leve. Porém o material maciço apresenta as suas vantagens como a resistência, durabilidade e isolamento térmico, que para o clima tropical do Brasil é de grande importância.

Em construções antigas as paredes de tijolo maciço são facilmente encontradas, muitas vezes cobertas por reboco. Antes de deixar a parede inteira aparente, descasque um pedaço para confirmar se o material é mesmo o tijolo maciço ou o bloco com furos. Caso não seja o tijolo maciço, a sua aparência não fica como o esperado.

Já em construções novas, o tijolo está sendo muito utilizado como material decorativo. Opta-se por construir um detalhe com o material ou até mesmo revestir uma parede com o tijolo, ou meio tijolo, somente pela sua beleza natural. O material tem aparência rústica e aconchegante, além de ser neutro, o que o permite misturar com diversos outros materiais de diferentes estilos. Outra grande vantagem de usar o tijolo aparente é o seu preço baixo (quando comparado com outros materiais de revestimento) e as suas múltiplas opções de cores, texturas e assentamentos.

Vila-Bacana-amarracao

O modo mais comum de assentamento é o chamado de “amarração”, que tem as juntas desencontradas. Diferentes formas de assentamento são utilizadas para dar detalhes a construção e pode gerar uma parede mais espessa ou mais fina.

Vila-Bacana-juntas

Vila-Bacana-juntas

As juntas são também um elemento de consideração estética,podem ser mais largas, mais finas ou aparentemente inexistentes, como é o caso da “junta seca”.

_Junta Cheia: A argamassada é nivelada com os tijolos, deixando a parede inteira no mesmo nível.

_Junta Frisada: A argamassada fica recuada em relação ao tijolo, formando frisos.

_Junta Seca:A argamassa não fica visível, ela é aplicada por trás do tijolo fixando-os em outra superfície.

Vila-Bacana-tijolo-cores

Os tijolos têm as mais variadas cores, dependendo da sua composição, forma em que foram fabricados e temperatura de queima. O tijolo vermelho é o mais vendido, porém as cores mais claras como o branco e o palha têm ganhado popularidade nos últimos anos.

Algumas marcas, como a Paliman têm uma gama ainda maior de cores, texturas e efeitos em seus tijolos. A linha Anatólia tem a aparência de pedra, a Piemonte tem algumas variações nos tons café, a Toscana é mais irregular e tem aparência de demolição, já a linha Provence têm aparência mesclada enquanto o tijolo Inglês além da mescla é manchado.

Vila-Bacana-palimanan-03

Vila-Bacana-palimanan-02

Vila-Bacana-palimanan-01

vila-bacana--acabamentos

_Natural: Aparente, ele é bonito por si só. Vale a pena impermeabilizar ou passar uma camada de resina para proteger o material da umidade e evitar que solte pó, ou ele se suje.

_Demolição: É muito utilizado por ser comumente encontrado em construções antigas, então ao descascar uma parede antes rebocada fica com aparência de demolição. É possível imitar o efeito mais rústico comprando tijolos de demolição.

_Caiado: Dá uma aparência de patina com na cor branca. Pode ser feito utilizando uma mistura de cal, areia, cimento e água.

_Pintado: uma boa opção para quem enjoou do tijolo aparente e quer mudar o visual do ambiente.

 

vila-bacana--tijolo-aparente06

vila-bacana--tijolo-aparente04

vila-bacana--tijolo-aparente05

vila-bacana--tijolo-aparente02

vila-bacana--tijolo-aparente01

 

 

 

Comments

comments

Marília

Marília Bettin - arquiteta especializada em sustentabilidade. Já morou na Itália, Estados Unidos, Canadá e Brasil e nas suas andanças acompanha as melhores tendências de design de interiores, arquitetura e sustentabilidade.